Autoritarismo é a minha melhor qualidade! (AMMQ)

Autoritarismo

Autoritarismo faz parte dos fundamentalistas que não sentem empatia ou sequer valorizam os seus vassalos!

Oxalá fosse a lista de Schindler que se visse crescer. Neste caso é uma lista que se fosse pequena significaria que estávamos perante um mundo em que todos nos regíamos pelos mesmos valores e princípios. (Ahaha! Piadola né?)

Lembram-se da lista Top 10 (ou mais) do tipo de pessoas que menos “aprecio”? Logo naquela altura alertei para o facto da lista poder vir a crescer. Facto é, que hoje a conversa é toda à volta de um espécime que não consta nessa lista inicial. Só que ainda estou a mastigar raiva, vou cuspi-la para vós (eh pah, temos pena).


Autoritarismo, quem sofre deste mal?

Todos nós, os que fazemos andar a máquina económica do país (embora com falta de óleo, dizem), sobretudo os trabalhadores por conta d’outrem (leia-se escravos), sabem o que é esquecer que somos gente e enfiar a cabeça tão funda no meio dos ombros que quase desaparece! Engolem-se sapos, rãs, nojentas osgas e muitos “Vai pó c**” sempre mostrando uma calma e serenidade exterior. É o que somos quando ouvimos as ordens e os disparates em tom acusatório do nosso suposto “superior”. Debaixo de uma aparente democracia e liberdade, manda e desmanda a seu bel-prazer.

A pessoa dita nossa “superiora” (por vezes mais do que uma) não é mais do que uma pessoinha que sofre de Autoritarismo. Fraca, maldosa, com necessidade de se afirmar rebaixando e esmagando os seus súbditos, como se fossemos beatas de cigarro! Espécime que pretende impor ideias e ideais próprios à custa dos outros! Eu diria mesmo que só conseguem viver em lugares de chefia precisamente para poderem mandar (mal) para se sentirem gente. Na verdade têm perfeita noção de que nada valem.

Espécime da treta que nos desfazem aos poucos, embrenhados em confusão e cansaço, teorias que mudam a cada instante, “ordens” sem sentido e cheias de paneleirices. Gentinha sem escrúpulos, prontos para nos ver mal, obrigando-nos até a deixar de conseguir atuar na nossa vida pessoal!


Fazem-nos A Vida Num Inferno

Lidar com um espécime que sofre de Autoritarismo não é simples, até porque todos trabalhamos por dinheiro e com ou sem gosto pelo que fazemos, o mais importante é o fim do mês. Com esta malta é preciso ter cuidado em enfrentá-los, porque podem fazer-nos a vida num inferno! Falo eu que consto em todas as listas negras e sou um constante alvo a abater. Tenho várias armas de defesa contra esta malta, uma é ter sempre tudo feito e bem feito, antes mesmo da data prevista, se fizer asneira remediar ou esconder o melhor que posso e a mais importante: manter a boca fechada com os colegas que pensam que se te denunciarem vão subir uns degraus na consideração dos superiores, mas (cá entre nós) um AMMQ não tem consideração por ninguém, por isso enterra-se o acusado mas também quem acusa! Justiça divina, muitos dirão!

Quanto a mim justiça lhes seria feita se todos os seus pequenos almoços fossem excrementos de touro, ou de outro animal de igual porte. Bom apetite!

 

 

Comments

  1. Pingback: Doçura ou travessura, verdade ou consequência! Made in Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.