Quando a Surdez e a Cegueira São Seletivas…

Donos da verdade

Prevalece na nossa sociedade, um arrogante sentimento de certeza e verdade sobre as suas crenças. São os Donos Da Verdade. Um espécime que vive convicto da sua verdade e certezas. Presunçosos que possuem uma mente fechada, que não admitem sequer que possa haver outras verdades para além das dele. Espécime que reúne, invariavelmente, uma arrogância peculiar bem como uma falta de educação medonha.

Os Donos Da Verdade julgam os outros pelas lentes das suas próprias crenças. E nunca veem coisas boas. Para eles tudo é mau. Os pobres coitados têm é muita dificuldade, diria mesmo incapacidade, de abrir a mente e pensar. Apenas isto: pensar. Mas pensar exige inteligência, coisa parca neste espécime. É incapaz de conceber a existência de outros pontos de vista. Como tal, fica preso a uma micro sociedade, sem qualquer evolução. Mais ou menos como águas estagnadas. Sabem o que acontece a essas águas não sabem? Pois, uma verdadeira ameaça à saúde pública! Rodeadas por insetos perigosos, germes e larvas. E é isto. Os Donos Da Verdade são águas estagnadas, podres.


Donos Da Verdade – A Arrogância

Os Donos Da Verdade são ainda insensíveis às dificuldades dos outros. Arrogantes e intolerantes. Nisso da intolerância sou muito semelhante a eles. A minha paciência e tolerância para este espécime (e outros) estão em temperaturas negativas. Assim como nos Polos, o ano todo com gelo. Não, não sou a melhor pessoa para levar com pessoas assim. Foi por estas e por outras que fiquei adicta ao sarcasmo. De tal maneira que já não tenho salvação possível. Não há fármacos ou terapias que me libertem deste dom. Aborrece muitos? Sim, é verdade coitados. Mas alegra-me tanto!

Já agora, falando em sarcasmo, sabem que para se ser sarcástico é preciso inteligência? Só por curiosidade.

Voltando aos Donos Da Verdade dizer-vos que a capacidade intelectual deste espécime é praticamente nula. São muito, muito chatos. Muito mais do que aquilo que consigo suportar.


Simpatia Inigualável (só que não)

Ainda esta semana tive um encontro com um dos meus vizinhos. Foi muito didático. Estava eu a entrar no prédio e ele a fechar a porta. Literalmente fechou-me a porta no nariz e ainda ficou a olhar para mim. Aquela simpatia inigualável (só que não), fez-me acreditar que está na hora de deixar de lado o benefício da dúvida e aceitar que definitivamente a criatura é intragável. É uma pessoa que poucos aguentam. E tem uma fama que ultrapassa a vizinhança. Eu, estando aqui há pouco tempo, andava ainda a estudar o caso.

A determinada altura arranjei oportunidade de falar com ele acerca da sua necessidade de andar constantemente a chamar a polícia de cada vez que um carro estacionava com duas rodas no passeio. Pretendia saber o porquê de ocupar os policiais com duas míseras rodas em cima do passeio e normalmente por menos de meia hora. Estamos aqui a falar de um passeio onde cabe um carro totalmente em cima dele e, portanto, sem qualquer impedimento de passagem para os peões. Mas, do que consegui apurar da conversa que tive com ele, deu para entender que ele, simplesmente acha que os carros não devem estar no passeio porque a lei é essa. Verdade, a lei assim o diz.


A Educação Que Nunca Tiveram

A curiosidade permaneceu. Não entendi a resposta dele. No meu ponto de vista, que fiz questão de lho explicitar, considero mais importante que os agentes estejam preferentemente disponíveis para a proteção de pessoas e bens. Ocupá-los com carros que estacionam em cima de passeios largos em que pessoas e carrinhos de bebé continuem a conseguir passar sem qualquer problema, não me parece prioridade. Que vos parece? Respondam com um comentário, sim?

Este meu vizinho é um exemplo perfeito de quem se considera ser Dono Da Verdade. Até mesmo na educação encaixa no perfil. Dizer Bom Dia, Boa Tarde ou Boa Noite? Para quê? Coisas sobrevalorizadas! É, o senhor não perde tempo com coisas insignificantes como, por exemplo, ser educado. Mas, sarcástica como sou, digo sempre em alto e bom som BOM DIA! Ah e de forma super, hiper, mega simpática com um sorriso que ilumina um campo de futebol à noite. Tem dias que responde, outras que olha para mim como se ele próprio não estivesse ali. E é só. Um verdadeiro cavalheiro!


Surdez Seletiva

Os Donos Da Verdade são pessoas que pensam que sabem tudo, são tão agarrados às suas convicções que acabam por perder a verdadeira vida e oportunidades preciosas de crescimento mental. No meu entender, acho mesmo é que nem sequer têm conhecimento que existe a possibilidade de desenvolver a sua própria capacidade intelectual. E se têm conhecimento, recusam-se a ir por esses caminhos. São demasiado covardes para o fazer. Afinal, os Donos Da Verdade, têm medo do desconhecido, aquela arrogância toda esconde sempre alguma coisa. E nunca é coisa boa.

Donos Da Verdade desconhecem argumentos, são surdos para raciocínios contrários aos deles. Não ouvem, só aceitam o som da sua própria voz. Vivem numa bolha que não é mais do que uma vida de mentira. Um faz de conta que criaram para serem os proprietários de todas as verdades das quais são detentores. Verdades muitas vezes escutadas aqui e ali e, como lhes fez sentido, debitam-nas a todo o instante. Muitas vezes de forma abrupta e bem sonora.

Não aceitam a liberdade de pensamento dos outros. É assim e ponto final.

Querem saber como lidar com Donos Da Verdade? Retirem-lhe toda a tenção. Pode ser o marido, namorado, pai, mãe, irmão, irmã, primo, tio, gato, o que for. Finjam demência e distração. Ou fujam. Sanidade mental em primeiro lugar!

Comments

  1. Andreia Morais

    Infelizmente, este problema afeta várias pessoas e é cada vez mais evidente. Enquanto houver essa constante necessidade de se julgarem donos da verdade, enquanto se sentirem no direito de criticar tudo e todos, por acharem que sabem tudo, nada mudará

    Beijinhos*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.