Gente que fala mal dos outros (GFMO)

Gente que fala mal dos outros é o que de mais há na sociedade, é gente que sobrevive desta forma, sobretudo quando conseguem manipular as opiniões de quem ouve, para lhes trazer reconhecimento a eles, os infelizes, que respiram graças a haver ou inventar que haja a quem possam apontar o dedo.

De errar ninguém está livre, desde que se admita e que se possa resolver, tudo bem. Mas pior é quando não se admite o erro e tentam esconder “deslizes” apontando imediatamente a atenção para outro lado.

Gente Que Fala Mal dos Outros – os Egoístas

Gente triste que vive para voos altos, que não se contenta com voos rasos e que só sonham em subir e subir e subir!

Gente de tal forma egoísta que nunca percebe o lado do outro a não ser para criticar, gente que não respeita uma amizade e apenas socialmente tem amigos, o tal “para inglês ver”.
Gente que em postos de maior poder (mesmo que seja só um bocadinho), abusam e lambusam-se com a autoridade que porventura possam ter, sobre outros, os escravizados e mal-tratados, como se de violência doméstica se tratasse.
Criticam, deitam o nome dos outros na lama, inventam, gritam e maltratam porque não têm a educação nem o profissionalismo do lugar que ocupam.
São invejosos, manipuladores e controladores.

Escondem Muito Bem os Erros

E o que mais lhes dá realização pessoal é falar pelas costas. Sim, nas costas, ou achavam que um GFMO é integro para falar o que pensa pela frente? Mas nem pensar! É espécime orgulhoso e de muito má índole!
Também é certo que a maior parte das vezes as pessoas de quem falam mal, são exatamente aquelas que pela frente lhes dirão todas as suas faltas e as deles! Alguém capaz de admitir que não é perfeito, mas que o GFMO também não o é! Escondem muito bem os erros é certo, mas não há crimes perfeitos!

Reduzem os Outros à Insignificância

Se um dia os confrontas (enquanto o resto dos súbditos se encolhem) estás marcada para a vida. Aí sim, o GFMO vai fazer de tudo para que sofras na pele a audácia que tiveste em fazer-lhe frente. E isto acontece mesmo que de uma relação de amizade se trate! Escolhe lá o buraco por onde vais desaparecer ou então segura-te ao que puderes porque o vento a partir daquela altura vai soprar forte e sempre na tua direção.
Alguns verão neles o que eu vejo: a maldade ao cubo. Um GFMO fala porque se sente incapaz e inferior e só reduzindo os outros à insignificância conseguem alguns momentos de euforia e de aceitação própria.

Vai Para Casa e Cura-te

Ei! Ó GFMO, não precisas de te aceitar! Não tens nada que sirva nem mesmo para ti! Reduz-te tu a zero para aprenderes algo com os outros, tem tu mais cuidado com o que fazes porque é muito lapso atrás do outro e no teu tão ansiado pedestal não podes ter tantos assim! Vai para casa e cura-te. Julgas ser o herói/heroína que vai salvar as honras do convento? Não, tu és apenas fruto de uma decisão errada que um dia alguém tomou! Vês todos erramos! Mas tu abusas!
Deixa a malta e sobretudo deixa de ser uma pessoa falsa e má-dizente! Vê lá se percebes qual é o teu lugar ou salta fora! Mas não andes por aí a contaminar o mundo, isso é feio e diz mais de ti do que das pessoas de quem falas!

Comments

  1. Pingback: Falar Mal Pelas Costas – Passo a Passo, apenas 3 passos para dominar a arte!

    1. Post
      Author
  2. Post
    Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.