Lobo mau dentro da Capuchinho

Lobo mau dentro da Capuchinho? Medo de monstros? Medo só enquanto não sabemos dentro de quem estão, depois de saber o medo desaparece.

Posso dizer que já tive uma boa dose de monstros e lobos ao longo da vida, mas a lista não ficará por aqui, é o que me dizem os meus aninhos de vida. Diz-se que é aprender até morrer, mas neste caso e muito honestamente acho que devia ser mais levar umas chapadas até morrer, porque se aprendêssemos de facto sabíamos ver o monstrinho à espreita e não nos enganávamos mais. A verdade é que nem todos são como nós, nem mesmo quando parecemos pensar da mesma forma, ter o mesmo sentido de humor e os mesmos valores. Não. Há sempre diferenças escondidas que estão guardadas para o momento da revelação. O UAU! moment!


Os humanos são detentores de grandes falhas

Tendemos sempre a pensar que é a vida a complicada, mas a verdade é que quem complica a vida somos nós, os humanos detentores de grandes falhas! Sim, porque nenhum de nós é um ser perfeito (embora eu esteja muito próxima disso). Mas somos seres sociais quer queiramos ou não, o que implica lidar com gente todos os dias. E isso vai-nos fazendo especialistas de como lidar com determinados tipos de pessoas e pessoinhas.


Qualquer um de nós já foi um lobo mau para algum/a Capuchinho!

Conscientes que nem todos são Capuchinhos e que anda por aí muito lobo mau, fechamo-nos, de forma a que ninguém entre na nossa vida, quem está é suficiente, já sabemos com que lidar. A ideia (parva) é evitar mais um “UAU! moment”. Mas há certas situações em que, muito devagarinho, somos convencidos que afinal até podemos abrir ali uma exceção e colocar a pessoa na nossa lista de amigos. É mau? Sim e não. Sim porque pode ser mais uma desilusão, mas verdadeiramente não porque ganhámos momentos de amizade pura, risadas e gargalhadas, aquele sorriso no rosto, uma felicidade interior, de novidade, de algo bom, de cumplicidade. Mesmo que haja desilusão é sempre aprendizagem. Portanto há sempre ganho. E, convenhamos, qualquer um de nós já foi um lobo mau para algum/a Capuchinho… Eu não, que sou pura e de uma ingenuidade só.


As pessoas da nossa vida

No decorrer da nossa vida há sempre quem passa, quem fica e ficará e quem queríamos que nunca tivesse passado ou quem nunca se tivesse ido embora. Todos nós temos o nosso conforto, o nosso barómetro e, dê o mundo e a vida as voltas que der, serão sempre as pessoas de longa data que estarão e ficarão, mesmo que distantes, mas ao alcance de um telefonema, uma mensagem, um “preciso de ti”, uma balança e uma escala nas nossa vidas. Sinto-me grata e privilegiada por ter as “minhas” pessoas dentro de mim e por elas serem poucas mas especiais e acima de tudo por serem quem são, sempre. Quem não as tem?


O meu dom! Entre muitos.

Tenho aquilo a que chamo de dom: consigo encontrar as melhores e mais extraordinárias pessoas do mundo, mas também as piores. E chego até a deparar-me com pessoas que possuem as duas características! E é aprender a lidar com elas. Mas acima de tudo aproveitar tudinho do que trazem de bom e de mau às nossas vidas!

Comments

  1. Pingback: O Triângulo Da Verdade tem também 3 vértices e 3 lados.

  2. Post
    Author
  3. Edmar

    O Lobo só é mau se a história for contada do ponto de vista do Capuchinho Vermelho. Se for ao contrário já não sei se seria assim…
    Mas sim,todos já fomos Lobo e Capuchinho, algures na “floresta” e para alguém…Umas vezes somos predador outras somos presa. É a vida.

    1. Post
      Author
      Minorka

      E a verdade é que todos gostamos de ser um pouco Lobos (do ponto de vista da Capuchinha) de vez em quando! #MaliciasdaMinorka

        1. Post
          Author
          1. Edmar

            Não sei bem o que lhe cai na sopa.Mas será por ser esquisita com a sopa que não cresceu?
            #MinorkaCarentedeNutrientes
            😀

          2. Post
            Author
          3. Edmar

            “Genética” is a bitch!!
            Não há volta a dar.Ou seja, não podemos contrariar, mas pode-se remediar…

    1. Post
      Author
        1. Post
          Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.