Tecnologia || ACMA

“A Tecnologia vai reinventar o negócio, mas as relações humanas continuarão a ser a chave para o sucesso.” Stephen Covey

Tecnologia – o tema do mês de março do projeto A Cultura Mora Aqui. A Tecnologia acompanha-nos ao longo do nosso dia-a-dia, fazendo parte das nossas vidas. A história da Tecnologia remonta à história da humanidade. Desde que o Homem começou a ter necessidade de se defender e de se alimentar, que foi impulsionado a desenvolver recursos e mecanismos, nessa altura, arcaicos.

Podemos dizer que somos quem somos, vivemos como vivemos e estamos onde estamos científica, humana e socialmente, graças à evolução tecnológica. Somos completamente dependentes da Tecnologia. E não o digo por ser mau, pelo contrário. O desenvolvimento tecnológico propicia-nos qualidade de vida. E desenvolve-se precisamente para colmatar as necessidades humanas (que, curiosamente, crescem a uma velocidade alucinante). Assim sendo, considero que seja um grande e valioso recurso para a sociedade.


A Tecnologia É Um Instrumento

A maioria das pessoas usa telefones, vê televisão e vive em casas que reúnem uma série de Tecnologias (desde as consideradas básicas de construção, às casas inteligentes ou domóticas). Também a robótica, que mesmo inconscientemente, usamos com frequência (na utilização de eletrodomésticos, por exemplo). Tudo para melhorar o conforto, segurança e bem-estar de cada um de nós. Portanto, queiramos ou não, todos nós somos adeptos e utilizadores da Tecnologia. Pode haver quem tenha uma opinião depreciativa da evolução Tecnológica. No entanto, será contraditório dizer que são opositores à Tecnologia em si. Esta evolução acontece em instrumentos, métodos e técnicas e cabe-nos a nós usufruir delas ou não.


Tecnologia Informática

De todas as Tecnologias, há uma que tem mais admiradores e utilizadores, a informática. Há muito que, para a maioria das pessoas, uma ligação à internet faz parte da vida. Deixou de ser um bem supérfluo, para fazer parte da lista de bens essenciais e obrigatórios. Desde as pesquisas pessoais ou profissionais, ao acompanhamento quase em tempo real de notícias; ao uso de aplicações (que existem para todos os gostos e necessidades), às tão famigeradas redes sociais, a Informática é companheira e companhia do quotidiano.

Se a Tecnologia Informática pode ser prejudicial? Pode. Como todas e como tudo na vida, se nos domina é prejudicial. Se são as Tecnologias que nos possuem e não o contrário, podemos esperar que haja prejuízos. Tal como disse acima, a decisão de as usar e como as usar, é apenas nossa. Se nos deixarmos ao controle delas, dedicando-lhe todo o nosso tempo, alterando a forma como nos relacionamos com os outros, isso terá grande impacto negativo, até na nossa condição básica de vida.


Usas Tecnologias Em Teu Benefício?

Se, por outro lado, soubermos usar esta Tecnologia de forma sábia, poderemos reforçar as relações humanas. O impacto da Tecnologia na sociedade enquanto seres emocionais é gigante. E isso dá-nos a possibilidade de evoluir enquanto pessoas pensantes, tendo em conta toda a informação e interação que nos é oferecida.

Este tema das Tecnologias, mais propriamente das Redes Sociais, foi já (sabiamente) debatido no último Minorkisses Convida, escrito pela Andreia (@andreiatweets). Nesse artigo a Andreia faz-nos uma pergunta bastante pertinente: “Usas a Rede para te relacionar com pessoas que não incluirias na tua rede pessoal?”. E este é o ponto fulcral da utilização das Tecnologias. Ou as usamos como se de um jogo se tratasse, ou fazemos uso e aproveitamento inteligente das mesmas. São as Tecnologias que nos possuem, ou nós a elas? Somos usados por elas, ou somos nós que as usamos? Quem possui o controle?

“A Tecnologia vai reinventar o negócio, mas as relações humanas continuarão a ser a chave para o sucesso.”, do educador, autor e empresário Stephen Coveys.

 

Sobre o projeto A Cultura Mora Aqui

Criado pela Ju, do blog Cor Sem Fim, o projeto A Cultura Mora Aqui – ou ACMA, para abreviar – tenciona, tal como tenho vindo a referir nos meses anteriores, trazer a cultura de volta à internet com temas mensais ou bimestrais. Para participarem, só têm de enviar um e-mail com os vossos dados para acma.cultura@gmail.com – aproveito para repetir que não vamos falar sobre outfits, maquilhagem, moda, etc, e que qualquer um de vós pode participar, não sendo obrigatório fazê-lo todos os meses. Para não perderem nenhum post, já podem seguir a página do ACMA no facebook e a Revista.

Comments

  1. Andreia Morais

    r: Parecendo que não, a praxe acaba por quebrar uma barreira, acolher e proporcionar-nos momentos únicos. Já me passaram muitos caloiros pela frente e sei que muitos deles acabariam por se fechar em casa, sem conhecer ninguém, se não fossem para a praxe. Claro que iam acabar por se dar com outras pessoas, mas a praxe facilita esse processo.

    1. Post
      Author
  2. Andreia Morais

    O uso da tecnologia só se torna prejudicial quando não o fazemos pelos motivos certos e quando permitimos, como referiste e bem, que ele nos domine. Quando passamos a viver dependentes da tecnologia, perdemos aquilo que ela tem de melhor.

  3. Post
    Author
    Minorka

    A questão é mesmo essa, usarmos as tecnologias a nosso favor e não permitir que elas nos dominem.
    Também tenho curiosidade na evolução, há cada coisa mais fantástica!
    Obrigada Claudia!
    Beijinhos!

  4. Claudia - Mulher XL

    Artigo muito interessante. Cabe a cada um deixar que a tecnologia não o domine, que seja uma mera (e poderosa) ferramenta, indispensável ao quotidiano dos dias de hoje, do século XXI. Porém, individualmente não somos nada, muito das nossas vidas depende da sociedade, e a sociedade somos nós. Assim, eu acho que o ser humano, como um todo, está a tornar-se cada vez mais dependente das tecnologias. Cada vez temos de fazer menos porque a tecnologia o faz por nós. Cada vez mais o que era natural ao ser humano – mexer-se, exercitar-se, porque historicamente era necessário caçar, plantar, semear, cuidar, colher para se alimentar – torna-se artificial – com idas ao ginásio, por exemplo, para que o corpo se mexa!
    A Tecnologia é uma coisa boa, uma coisa que está muito desenvolvida e nos ajuda em muitos campos, porém, o ser humano está a dar-lhe uma utilização perigosa. Num futuro próximo será a tecnologia a dominar-nos e não o contrário. Temos já um início desse processo com o robot Sophia, por exemplo.
    Atenção que eu não sou nada contra a evolução da tecnologia, acho que somos uns sortudos por crescermos em plena era de Revolução Tecnológica. Mas receio no que isto se vá tornar, não sei se estarei cá para ver, não sei se será no meu tempo de vida 😛 Mas se continuar assim.. Estou curiosa! eheheh

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *