Trincaxá, um mundo de cores, sabores e sensações

Trincaxar

Foi preciso chegar perto dos 30 anos para gostar de chá. Antes dessa altura chá era algo que tomava (a muito custo) quando doía a barriga. Agora sei apreciar chá e adoro experimentar novos sabores. Mas de experimentar sabores diferentes até imaginar que poderia vir a trincar chá… Não, não chegaria lá, nem com o meu fantástico devaneio-para-lá-do-normal. Mas essa sensação de Trincaxar é possível e, depois de se degustar, viciante! E essa possibilidade fica já ali ao virar da esquina, no Trincaxá!


Trincaxar – As Sensações

Sim, trincam-se umas bolinhas de fruta, numa combinação (quase) infinita de sabores. E junta-se chá verde com jasmim ou chá preto, a sabores de fruta. Mas há mais opções! Há até bebidas alcoólicas com estas saborosas bolinhas.

Chamam, a este conceito, Bubble Tea. E às bolinhas, pérolas. Nome bastante apropriado, sou obrigada a concordar. No Trincaxá temos à nossa disposição bebidas alcoólicas, sem álcool, granizados, Bubble Tea com leite, com iogurte (os yô-yô de oreo, por exemplo)… Bebidas que depois podemos ainda combinar com uma tosta deliciosa (também elas com imensas combinações).

Portanto, sendo totalmente honesta, no Trincaxá podemos alimentar-nos de bebida, de comida, mas sobretudo de sensações! Já por lá passaram? Não sei pelo que esperam! Afinal num mundo de sensações, quem não as procura está desatualizado. E como é bom Trincaxar!


Ponham-me À Prova!

Não é novidade que conheço os mentores deste projeto. Como meus colegas de trabalho já era fácil identifica-los como pessoas recheadas de sonho. Pessoas de ideias, com vontade, com capacidade e com espírito inovador. Já se antevia um grande futuro para eles. Agora estão todos a pensar: “Ah pois! Por isso fazes publicidade!” E têm toda a razão! Faço publicidade sim! Porque o blog é meu, sou eu que escrevo e falo do que quero!

Mas ao mesmo tempo lanço-vos um desafio. Quem leu a minha entrevista ao Homem Zangado, percebeu que eu não faço favores. Ou pelo menos eu garanti que não fazia, naquela altura… Será que mudei e agora já faço favores, ou simplesmente estava a mentir? É este o desafio que vos proponho. Vão ao Trincaxá Trincaxar e vejam se conseguem acusar-me de enganar a malta! A minha essência pode não ser das melhores, mas mantém-se, não altera. Querem provar o contrário? Aproveitem esta oportunidade! Por favor desafiem-me! Ponham-me à prova!


Vocês É Que Escolhem

E onde fica? Em Aveiro. Com a chegada do calor vai o pessoal todo a correr para a praia. Aproveitem para Trincaxar e façam uma paragem na Rua Combatentes da Grande Guerra número 44. Passam em frente ao Museu Santa Joana e é imediatamente na primeira à direita. Sigam a rua e irão encontrar as bolinhas mágicas do vosso lado esquerdo.

Falei-vos de umas tostas. Desde bacalhau ao torresmo e à alheira, acreditem que mal as virem, vão-se começar a babar de forma espontânea. Não acreditam? Ótimo. Vão lá confirmar. Também há tostas vegetarianas e de chocolate. E pão alentejano, de algas e também pão de sementes. E as batatas fritas com um toque de ervas? E o molho de maionese e ketchup com aquele je ne sais pas quoi? É uma festa para as papilas gustativas! Dá vontade de saborear durante horas! No Trincaxá quem escolhe tudo o que querem comer e beber são vocês. Desde os sabores (nas bebidas) ao pão (das tostas).


Mas Tem Um Enorme Problema…

Um conceito de Bar, Café e Fast Food, num espaço bastante agradável. Um Fast Food em que todos os alimentos são frescos, sem aditivos, recheados de sabor dos próprios alimentos e das especiarias e ervas. É fast, mas é mesmo food.

Mas para além de Café e Fast Food, é também Bar. Cocktails com bebidas mais “quentes”, como o rum e a vodka embaralhadas com as tão saborosas pérolas de fruta. Para além de todas as surpresas ao paladar, de vez em quando, o cliente Trincaxá é contemplado com música ao vivo. Se isto não é perfeito, então não sei o significado de paraíso.

Com preços acessíveis, o Trincaxá só tem um (enorme) problema. Não há (ainda) em Viseu. Grande falha. Imperdoável. Por isso, nós os Viseenses, temos de ir lá e deixar claro que somos de Viseu e que adorávamos Trincaxar aqui por terras de Viriato. Se não forem de Viseu e até me acharem piada, digam também que são daqui, só para ajudar cá a malta. Grata


21 Dias 21 Diretos – O Desafio Chega Ao Trincaxá

Lembram-se deste desafio que abracei e que expliquei aqui? Pois é, o Trincaxá vai também desafiar-se! Para vos trazer toda a informação do que afinal se por lá passa. É que isto de escrever e ver fotografias é interessante, mas ver como tudo se processa muito mais! Portanto façam-me lá um favor. Gostem da página Trincaxá no Facebook e acompanhem os diretos de uma das caras por detrás destas alegres e surpreendentes bolinhas, o Dias Leite. Ele terá muito o que vos dizer e mostrar. Vocês vão simplesmente ficar a babar. Também vou querer saber se os diretos do Dias Leite são melhores do que os meus. (Penas pesadas quem achar que ele me ganha.) E participem nos diretos do Trincaxá, assistindo, gostando, comentando e questionando.

Mas não se esqueçam que temos um desafio só nosso! O de me provarem que perdi a minha essência ao estar a fazer publicidade ao que não a merece! Aguardo pelas vossas opiniões.

Trincaxá, num mundo de cores, sabores e sensações, o difícil é escolher!

 

Comments

    1. Post
      Author
    1. Post
      Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.