Um cabelo, 3 tratamentos

Já aqui vos falei num calendário que me devolveu saúde ao cabelo e o ondulado há muito perdido. Foi com ele que aprendi a interpretar o meu cabelo dando-lhe o que ele precisa. Esse calendário é o já muito conhecido Cronograma Capilar ou CC.
O CC não é mais do que uma sequência de tratamentos capilares estandardizadas que vos trarei na próxima sexta-feira. Desses tratamentos fazem parte a Nutrição (ou humectação), a Reconstrução e a Hidratação. Achavam que uma máscara era o tratamento completo e necessário para o cabelo? Também eu, mas nada mais errado! É aqui que se introduz a tal ciência de engenharia aeroespacial. Explicando um por um:
Nutrição
Esta tratamento é responsável por repor a oleosidade natural dos cabelos e conseguimo-lo através do uso de uma máscara contendo manteiga de caritê, manteiga de cacau, óleos puros e vegetais como o óleo de coco, azeite, rícino, argan, amêndoas, entre outros. Estas máscaras são as que possuem os ingredientes mencionados em maior quantidade (os que aparecem primeiro na lista de ingredientes) e devem ser aplicadas tal como descrito no post A ciência escondida por trás da lavagem dos cabelos! (aplicar depois de lavar) ou fazer humectação, que consiste em aplicar óleos no cabelo seco e deixar umas 3 horas (ou toda a noite), tratamento que vos falarei com mais pormenor num futuro post.
E quando precisamos de nutrição capilar? Quando os fios estão secos, muito frisados, sem definição, sem brilho e/ou ásperos.
Hidratação
Tratamento responsável por repor a água dos fios através de uma máscara contendo vitaminas, vegetais, frutas, açúcares, mel, entre outros.
Precisamos de hidratação capilar quando o cabelo está com muito volume, ressecado, áspero e sem brilho.
Reconstrução
Este tratamento capilar é responsável por devolver a massa, ou seja, a vitalidade e a força ao fio. A reconstrução é ainda um tratamento responsável pelo crescimento capilar. As máscaras reconstrutoras são as que contêm em maior quantidade creatina, queratina, arginina, colágeno, proteínas, cisteína entre outros.
Se os fios estão finos, frágeis, elásticos, a cair e com pontas duplas, o cabelo precisa de reconstrução.
Cada cabelo fica mais “bonito” com determinado tratamento, no entanto o nosso cabelo precisa das 3 etapas, umas mais do que outras. Assim, para começar, aconselho seguir um calendário estandardizado. Após 3 meses deve parar-se cerca de uma semana com o cronograma, fazendo uma pausa do uso de máscaras e mudando de champô e de condicionador.
Antes de comprarem o que quer que seja comecem por conhecer o que existe no mercado, porque há muito por onde escolher!
Mas como estamos no Verão há que proteger e nutrir pelo menos as pontas, daí a necessidade de usar desde já, um óleo para as pontas. Eu uso o Óleo Maravilhoso com Óleos de Argão e Camélia da Garnier e simplesmente adoro. É um óleo com protetor térmico o que significa que protege do calor dos secadores e que se aplica em cabelo húmido antes de secar (ou seco, se já estiver seco) não deixa o cabelo oleoso ou pesado, ajuda a desembaraçar e é aconselhável para todos os tipos de cabelo.
Experimentem!

Comments

  1. Cláudia Noversa

    Confesso que era do tipo que achava que uma máscara era solução! Mas depois de ler muito sobre isso percebi que não! Também já estou a usar óleo de argão e mais uns, e comecei um tratamento de hidratação intensa por causa do verão! Não tarda também partilho no meu blog! 😉

    Beijinho, claudianoversa.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.